As lições de marketing da Globo sobre o streaming demonstram a necessidade de reinvenção dos meios tradicionais de comunicação. O rádio, por exemplo, após ter seu fim decretado várias vezes, mostrou o quanto é incorreta a ideia de algo acabar em detrimento do surgimento de uma novidade. Faz tempo que o rádio se transforma, hoje ele também é transmitido em vídeo, está nos aplicativos e sites de notícias dos grupos dos quais fazem parte. Isso só para citar algumas das infinitas possibilidades. 

O fim da TV também começou a ser cogitado. Mas assim como o rádio, as empresas de telecomunicação têm mostrado que toda mídia tem o poder de se transformar, incorporar novas tecnologias e ficar mais forte do que nunca. 

A Rede Globo, uma das gigantes do segmento, é um ótimo exemplo disso. O maior canal de televisão brasileiro aproveita as novas tecnologias. Sabendo disso, temos algumas lições de marketing para aprender com ela sobre streaming. Ela é uma case de sucesso inspirador, porque mostra como as TVs podem ir além dos anúncios como fonte de faturamento, além de continuar relevante nos novos tempos. 

Neste artigo, entre outras questões importantes, mostraremos lições de marketing da Globo sobre o streaming. Tudo isso para você poder se inspirar e aplicar na sua TV. 

Convergência entre TV, streaming de vídeo, portal de notícias e podcast

A TV Globo não usa a internet apenas como um ambiente para armazenar o que produz. Nesse sentido, o canal de TV é usado de forma estratégica, como as emissoras de rádio e o portal G1. Nos telejornais, os apresentadores sempre fazem uma chamada para um conteúdo complementar no portal de notícias ou em um podcast, por exemplo. 

Além disso, tem sido comum a rede lançar uma minissérie no streaming e depois na TV. Estrategicamente, a Globo ainda libera a temporada inteira de algumas produções, enquanto no canal o telespectador assiste da maneira tradicional, aos poucos, com dia e horário marcado. Isso é excelente, já que ainda temos uma mistura de gerações. Uma delas adora sentar-se em frente à TV, é um hábito forte que coexiste com grupos que dificilmente lembram-se de sintonizar em um canal. 

Nas matérias do G1, é comum ver um podcast complementando a notícia. Ou seja, a rede Globo entendeu que mais importante do que seguir uma tendência, é usar todas as ferramentas de forma convergente. 

Globo Play: ambiente próprio 

Muitas emissoras e grupos de comunicação usam os recursos do YouTube e redes sociais. Mas a Globo fez uma escolha diferente: criou o Globo Play. O espaço próprio abriu várias possibilidades para a empresa. Isso significa, que ao contrário do YouTube, no streaming próprio a emissora decide onde e como cada conteúdo aparece. 

A TV não concorre com o restante do conteúdo disponível no espaço. Em vez de vídeos de assuntos correlatos de outros canais, na barra direita, por exemplo, por todos os lados, na Globo Play, o que se vê são conteúdos que também têm relação com a matéria buscada inicialmente, mas da Globo também.  

Conteúdo gratuito monetizado 

O conteúdo que o internauta vê gratuitamente é financiado pelos anunciantes da toda poderosa rede Globo. Melhor dizendo, esse ponto é excelente para quem assiste, para a Globo e empresas que anunciam na empresa. 

Quem veicula publicidade na Globo Play, alcança um público diferente daquele que assiste apenas à programação na TV. Ou seja, essa é uma possibilidade de ampliar o alcance ao anunciar nos dois locais ou de segmentar melhor onde veicular as campanhas.  

Para a Globo é excelente oferecer essa possibilidade, pois abarca uma parte de anunciantes que estão em busca de ambientes digitais para anunciar ou de uma campanha convergente também, que começa na grade de programação, vai para o portal de notícias, rádio, podcast e streaming de forma estratégica. 

Conteúdo exclusivo para streaming na Globo Play 

O marketing de streaming da Globo é o mais desenvolvido do país. Na Globo Play, além dos materiais vistos nos programas de TV, há muito conteúdo exclusivo. Além de adequar a produção ao formato, pois é feito exclusivamente para a plataforma, ter programas que só estão disponíveis na Globo Play tornam o streaming mais relevante. 

Isso, inclusive, traz mais um motivo para se tornar um assinante da Globo Play. A assinatura, inclusive, é mais uma forma de monetizar os canais digitais da empresa de telecomunicações. 

Esse formato, popularizado pela Netflix, ainda é uma fonte recorrente de faturamento, o que é excelente para as empresas. As produções e toda estratégia em torno do streaming ainda reforçam a imagem de pioneira da Rede Globo. 

Meu canal, minhas regras: outra dica de marketing de streaming da Globo

Quando os programas da emissora estão em locais como YouTube e Instagram, a empresa precisa seguir as normas do ambiente. Assim, já no streaming próprio, quem diz quais são as regras é o criador da plataforma. Inclusive, a precificação da publicidade on-line também troca de mãos, o poder, no caso da Globo, é todo dela. Esse é um ponto importante, já que no YouTube o valor por views é bem pequeno. E diante de toda força que a Globo ganhou ao longo dos anos, uma marca estar em um dos canais da emissora é muito valorizado. 

Sem contar que na Globo Play o posicionamento da marca é muito diferente do que se a organização tivesse optado apenas por publicar conteúdo no YouTube. Tudo na Globo Play remete à marca da emissora. Assim, o branding é fortalecido. 

Streaming próprio para TVs 

Sua TV tem um espaço próprio ou apenas publica o que é exibido no seu canal? Você pode estar perdendo várias oportunidades de elevar o faturamento e o valor da sua marca. Um streaming próprio, abre a oportunidade de definir o valor dos anúncios, de escolher o que será associado à sua marca e garante que cada elemento da plataforma irá remeter a sua identidade. 

Para aproveitar melhor o potencial do streaming, você pode optar por construir uma plataforma do zero ou contratar uma pronta. Além disso, escolher essa última opção tem uma série de vantagens, já que é mais rápido. Ao selecionar um bom streaming, você ainda conta com a validação de clientes que já usam o serviço. Além disso, não precisa ter preocupações com manter uma equipe de suporte. 

Uma das mais antigas plataformas de streaming e com melhores recomendações no Brasil é a JMV Stream. Indicamos que você comece a analisar por ela! 

Leave a comment